Plágio acadêmico: o que é? Quais são as consequências e como evitá-lo?

O que é plágio acadêmico? 

Escrever um artigo científico é motivo de grande orgulho para o pesquisador que o fez, justamente por que aquele trabalho demandou muito tempo e horas de pesquisa para ser realizado. 

E muito mais do que tempo, existem pessoas que levam anos para conseguir concluir sua pesquisa, geralmente, resultado de muitas horas de trabalho e sacrifícios pessoais. 

Justamente por esses motivos, plagiar um trabalho é no mínimo antiético, ora posto que você não precisou realizar nada do que foi proposto, simplesmente porque você já teve acesso ao resultado. 

O plágio acadêmico pode acontecer quando você toma uma pesquisa de outro pesquisador e a atribui para si próprio, seja em trabalhos da faculdade, como também monografias, TCC ou artigos científicos.

Plágio, de forma simplificada, é a cópia de um texto ou uma ideia de outro autor, sem que haja a devida menção ou referência a ele. Ou seja, é um furto de conteúdo intelectual.

As consequências a quem decide por fazer uso dele, são diversas, desde a possibilidade de responder juridicamente por esse crime cometido, tais como sindicâncias internas pela universidade. 

Tipos de plágio

Plagiar não é apenas o simples ato de copiar e colar um trabalho, e atribuí-lo a si, pelo contrário, existem diversos tipos diferentes de plágio no mundo acadêmico. 

Primeiramente, menciona-se o plágio integral, que é justamente a cópia, palavra por palavra, de um conteúdo, sem que seja realizada a devida referência ao autor daquele texto, não é necessário que seja todo o artigo ou pesquisa, mas também partes dela.

Há também, o plágio parcial, no qual, não há a cópia de todo o trabalho do autor, mas a junção de diversos parágrafos, de autores distintos, sem que haja qualquer citação a eles, resultando em um trabalho com um mosaico de diversos pesquisadores. 

Por fim, o plágio conceitual, é a utilização de idéias de um autor, de forma a parafrasear seu texto, sem que haja a mera citação ou referência do mesmo. 

Para que você possa citar qualquer ideia ou mencione as frases de um autor, é essencial que você o faça, de maneira a referi-lo de forma correta, ou seja, dar os devidos créditos ao detentor do conteúdo.

Dica: para parafrasear algumas partes do seu trabalho, existem algumas ferramentas que ajudam nesse trabalho, que funciona como um gerador de sinônimos automático para texto. Porém, em hipótese alguma você deve usar em todo o texto, pois senão ainda assim é caracterizado como plágio acadêmico, correndo todos os riscos que podem acontecer que citaremos mais adiante.

Como posso utilizar as ideias de outros autores no meu trabalho?

Mas, isso significa que eu não posso utilizar nenhuma ideia de outros autores em meus trabalhos acadêmicos? 

Não, pelo contrário, você deve sempre buscar e embasar suas pesquisas em estudiosos de referência, e utilizar-se da pesquisa do mesmo, entretanto, é necessário a devida citação, bem como a referência bibliográfica. 

Tudo isso, para que o pesquisador seja reconhecido por seu trabalho, haja vista que é no mínimo injusto não citá-lo. 

Dessa maneira, você pode utilizar as normas estabelecidas pela ABNT, que padronizam a correta referência ao autor daquela idéia ou texto. Não apenas como referência, mas também como utilizar-se de citações diretas, indiretas entre outros aspectos. 

Não deixe de estudar e aprender corretamente as normas, para que seu trabalho não seja, de nenhuma forma, considerado como plágio acadêmico, e acabe por não ser devidamente valorizado.

Consequências do plágio acadêmico

Caso você opte por não referenciar o trabalho do autor, ou seja, plagiar um trabalho, saiba que existem diversos procedimentos a fim de penalizar quem opta por essa prática. 

No âmbito judicial, é possível que o plagiador responda civilmente, podendo ser condenado ao pagamento de multa, assim como, penalmente, havendo a possibilidade de condenação à reclusão de até 5 anos. 

Além disso, as universidades, levam muito a sério o rigor quanto às normas de plagiamento. Portanto, o aluno ou pessoa que optar por fazê-lo pode responder uma sindicância interna, podendo ser penalizado até com a expulsão da instituição. 

Sempre use a FONTE

Por isso, aprenda a utilizar as referências a seu favor, bem como, a citação dos autores e suas falas dentro do seu trabalho. 

Não é vergonha alguma basear-se em autores e pesquisadores de referência no assunto, eles trazem até mesmo a devida credibilidade ao seu trabalho acadêmico, entretanto, você não pode tomar para si, a pesquisa e ideia de outro. 

Portanto, tome sempre muito cuidado e evite demais dores de cabeça com esse problema.

Novos conteúdos para você

Saiba o que fazer para prender um homem!

Muitas mulheres buscam respostas para o que fazer para prender um homem, pois estão cansadas de sofrer pelo seu parceiro …

Como agradar a namorada? 10 dicas infalíveis

Existem muitas dúvidas de como agradar a namorada, e vários mitos estão envoltos nisso- tal como presenteá-la com presentes caros, …

Válvula Borboleta: para que serve?

Você conhece a válvula borboleta? Além de controlar o fluxo de uma tubulação, essa válvula possui outras importantes especificações. Por …

É seguro instalar o YoWhatsApp?

É seguro instalar o YoWhatsApp? Estamos seguros com as informações que compartilhamos nas mídias sociais? É uma questão que circula …

Óleos essenciais para picadas de abelha

As picadas de abelha podem ser desagradáveis. As reações seguidas por picadas podem diferir de pessoa para pessoa. Dor, inchaço, …

Conheça 03 dietas caseiras para emagrecer

Desde os primórdios da humanidade as dietas caseiras para emagrecer estiveram no seio da terra, e com isso, várias e …